X
SUBSCREVA A NOSSA NEWSLETTER

Pastas de Azeitona, tostas e queijo. O segredo para uma experiência de sabores rústica e excecional!

A azeitona portuguesa é já indispensável numa mesa de aperitivos em Portugal. Com diversos usos culinários, como em pratos de Bacalhau, saladas, entre outros, fazem-na um sabor tradicional na cozinha. Na meia.dúzia® criamos 2 pastas de azeitona únicas, ideais para acompanhar em tostas numa degustação de vinhos e queijos, aliando a modernidade e rústico numa experiência de sabores excecional!

Pasta de Azeitona Negrinha do Douro com especiarias

Produzida em olivais nas íngremes encostas da região do Vale do Douro, esta azeitona DOP, combinada com especiarias, e apenas conservada em azeite extra virgem, apresenta a uma cor negra violácea, natural das azeitonas frescas, um aspeto cremoso, podendo conter pequenos pedaços de especiarias, com odor intenso característico da azeitona fresca.

Pasta de Azeitona Galega com figo

Esta pasta é uma mistura da azeitona galega, variedade única no mundo e conhecida como a “azeitona portuguesa”, de cor verde vibrante, e de figo pingo de mel, produzido na região de Trás-os-Montes, que lhe confere doçura para o equilíbrio da acidez.

Sugestão de degustação meia.dúzia®

Numa tábua barrar as Pastas de Azeitona (a gosto) em tostas de pão Chapata, um pão leve, estaladiço e bem arejado, excelente para lanches e snacks.

Para acompanhar recomendamos 2 qualidades de queijo para uma experiência mais completa, sugerimos um de pasta mole como o Camembert e um queijo azul como o Roquefort, de sabor complexo e acidez picante. Se tiver preferência por queijos Portugueses, sugerimos o Queijo Serra da Estrela DOP, de aroma intenso, paladar suave e cremoso e o Queijo da Ilha de S. Jorge DOP, de pasta dura e ligeiramente picante.

Para completar aconselhamos para os queijos mais gordurosos e de sabor mais acentuado, um vinho licoroso, com mais teor de açúcar como o Vinho do Porto e Vinho da Madeira ou brancos equilibrados, aromáticos e frescos. Relativamente aos mais macios e moles aconselhamos Espumante pelo equilíbrio na acidez e vinhos frutados de taninos macios como o Pinot Noir.

Partilhar nas Redes Sociais